terça-feira, 22 de julho de 2008

Ah! Como minha filhinha é putinha, fodemos gostoso

Meu nome é Bruno, tenho 45anos, bem em forma, malho, corro e adoro sexo, adoro uma safada, e sou doido por ninfetas, sempre vou ao shopping a fim de azarar alguma, e com dinheiro e um bom carro tudo se consegue com estas ninfetinhas safadas. Sou divorciado, tenho uma filha de 18aninhos, linda, ela parece uma índia, morena, cabelos negros cumpridos, seios médios, bumbum médio, mas bem arrebitadinho, pernas grossas, pezinhos pequenos e lindos, hoje moro sozinho num apartamento na zona sul de São Paulo, e todos Domingos ela vem me visitar, e neste último ela veio, quando chegou em meu apto, fiquei de queixo caído, ela estava com um top branco da bad boy, shortinho curtinho branco também, meias e tênis, com sua mochilinha nas costas, não sei se eu estava muito tarado ou se era ela que estava gostosa demais, mais logo fui elogiando dizendo “nossa filha, como você ta linda, que saudades!!”, e abraçando ela, sentindo aqueles peitos gostosos contra o meu corpo, pedi pra ela entrar, ela entrou, fechei a porta, falando “filha você me pegou desprevenido pensei que chegaria mais tarde, mal me vesti, desculpa”, eu estava só com um short curto, sem cueca e sem camiseta, ela falou que tudo bem pra mim ficar a vontade, ela foi guardar a mochila no canto da sala, me sentei no sofá de pernas dobradas em cima dele, ela veio em seguida, olhou pra mim, e puxa, como eu estava sem cueca ela viu meu pau, ela tirou o tênis e veio se deitou no mesmo sofá que eu, seus pezinhos ficaram no eu colo, e roçavam no meu pau, que delicia, e então conversando ela, tirei suas meias, a jogando no chão, e fui massageando seus pezinhos, e conversando, sobre a semana dela, o namoro, ela me mostrou o piercing que colocou no umbigo, nossa ficou lindo a deixando mais gostosinha, até que ela falou “uhmm pai esta sua massagem está uma delícia”, a alturas meu pau já estava duro por dentro do short, e eu fazia questão de roçar aqueles pezinhos nele, e então ela falou “está gostosa principalmente por isto...”, e levou o seu pezinho por minha perna entrando por dentro do meu short e levando ele até meu pau, onde ficou acariciando ele com seu pezinho, puxa que delicia “nossa filha, você está demais, muito gostosinha”, e levei minhas mãos por tuas pernas, tocando elas, acariciando-as, me inclinando sob ela, comecei a beija-las, dando umas mordidinhas, e ela com seu pezinho tirou ele dali, e enfiou por dentro do short mas pela cintura, continuando a brincar com meu pau, e ela falava “ai pai, adoro sentir seu pau assim no meu pezinho, adoro sentir sua boca, beijando meu corpinho”, ela estava de olhinhos fechados e mordia os lábios, num tesão imenso, fui subindo por suas pernas a beijando, até chegar em seu shortinho onde mordi sua bucetinha por cima dela, ela deu um gemidinho muito gostoso, fui puxando seu shortinho tirando ele, abaixando, ela levantou um pouco o corpo ajudando, depois levantou as perninhas, e tirei seu shortinho jogando o longe, nos olhamos, ela com aquela carinha de safada, ela ali deitada no sofá, ela usava uma calcinha branca cheia de ursinhos desenhados, toda menininha, mas já era um tesão de mulher, deitei sob ela, nos beijamos com sede, minha mão entrava por dentro do seu top e acariciava seus peitos, gostosos, eu mordia seu pescocinho orelhinha e ela gemia gostoso no meu ouvido “ai pai que gostoso”,puxei o seu top ela levantou os braços ajudando a tirar, em seguida caí de boca nos seus peitos, chupando eles, com sede, apertando eles, seus biquinhos, e em seguida ia descendo beijando sua barriguinha, até chegar em sua calcinha, onde esfreguei meus dedos em sua bucetinha por cima de sua calcinha, que estava molhadinha, dei uma outra mordidinha, e segurando sua calcinha pelas laterais fui puxando ela, bem devagar, ela ajudando, me olhando com aquela carinha de safada, e fui tirando sua calcinha, ela levantou as perninhas e acabei de tirar, girei sua calcinha no ar, rindo pra ela e ela retribuindo e a joguei e ela acabou voando ela janela, eu moro no 13° andar, e a calcinha saiu voando pela janela, rimos, e colo deitei novamente sob ela, a beijando, me encaixando entre suas pernas, meu pau roçando em sua bucetinha, fiquei ajoelhado no sofá, segurei as pernas dela a colocando sob meus ombros, ajeitei meu pau em sua buceta e estoquei, metendo bem gostoso, bombando, e bombando, ela gemia feito uma putinha, janela aberta os vizinhos com certeza deveriam estar escutando, mas eu não estava nem ligando, só bombava na minha filhota gostosa, e bombava forte, aumentando o ritmo, depois tirei meu pau virando ela de costas pra mim deitada no sofá, ela empinou aquela bundinha roçando ela no meu pau, enfiei uns bom tapas nela, me ajeitei me abaixando abrindo sua bunda com minhas mãos e passava a língua sob seu cuzinho, lambendo ele gostoso, enquanto dois dedos bulinavam sua bucetinha, e ela gemia e rebola feito uma cachorrinha no cio, dei algumas mordidinhas na sua bunda, me levantei esfregando a cabeça do meu pau no seu cuzinho, encaixe a cabeça dele e fui entrando gostoso, segurando a firme pela cintura, e socando até o fundo....uhmm que delicia, era apertadinho, logo comecei a bombar, e bombar....forte, ela gritava e pedia mais, pra meter mais forte ... minhas mãos agarravam seus peitos e eu metia mais rápido e forte, aumentando o ritmo....suor descia do meu rosto pingando no dela, e metia feito um animal, até ...não agüentar e encher o seu cuzinho de porra, era muuita porra, que descia do seu cuzinho passando por sua bunda, pernas....foi tirar o meu pau ela veio segurando ele, punhetando me fazendo ainda gozar ...e gozei no seu rostinho, ele chupou ele todinho, o deixando limpinho.... ficamos deitados no sofá abraçadinhos, roçando um no outro, e conversando....foi um dia magnífico com minha filha e acredito que todos finais de semana agora serão assim.Espero ter despertado prazer aos que leram este meu conto

2 comentários:

Anônimo disse...

que tesao quero um pai assim

Anônimo disse...

Nossa voce gosta linda quantos anos voce ten se quiser transar gostoso eu you aqui