terça-feira, 22 de julho de 2008

O Pai da minha amiga

Meu nome é Bianca, sou loirinha, tenho os olhos verdes, 1,75m, 17 anos, bem de vida, tenho tudo o que quero meus pais são médicos, sou patricinha, muito desejada, adoro sexo, mas prefiro que seja com homens tipos, mecânico, o motorista de casa, segurança, os motoboy do consultório do meu pai, não gosto de sexo com playboyzinho, pois eles não manjam nada, já escrevi outro conto aqui, e obrigado pelos e-mail que mandaram, não deu pra responder todos ainda.Na escola onde estudo, tenho uma amiga a Débora, super legal, esforçada, ela ganhou bolsa pra estudar lá na escola, tem uma vida mais simples, mas gosto muito dela, estes dias ela me chamou pra ir até a casa dela, pra fazermos um trabalho de escola, fiquei meio assim, pois ela morava em periferia, mas fui, eu estava vestida com uma mini-saia jeans, sandálias tipo grega, e um top preto, o Cláudio motorista lá de casa me levou, e me deixou na casa da minha amiga, a Débora me recebeu no portão era uma casa muito simples, entrei, ela toda sem graça, mas eu falava pra ela relaxar, quando entrei me deparei com um senhor deitado no sofá dormindo, que até roncava, ela pediu desculpa e falou que era o pai dela, era já um senhor de uns 45 anos, grisalho, passamos, e não sei porque inventei de olhar pra trás pra ve-lo novamente e pude ver o pinto do pai dela, o short que ele usava era curto, e largo, e o safado estava sem cueca, aquilo me deu um arrepio se senti um certo tesão, começando aficar molhadinha até, entramos para o quarto dela, ela ligou o radio baixinho, minha amiga tinha um corpo muito bonito e ela usava apenas um camisetão, e calcinha, branca, estava sexy, tirei minha sandália, pra ficar mais a vontade, e deitadas na cama, começamos a fazer o trabalho, mas eu não deixava de pensar no pinto do pai dela, mas ficamos ali fazendo o trabalho, passado uma hora, terminamos, ela queria ir tomar um sorvete, eu aceitei, ela pediu pra mim esperar que ia só tomar um banho, fiquei ali no seu quarto, PC ligado, acessei internet, vi umas fotos mais safadas, o que me aflorou o tesão, minha amiga nem o chuveiro não havia ligado, foi então que não aguentei, fui na ponta do pé até a sala, aquele senhor ainda dormia, mas não roncava mais, fui andando lentamente pra bem perto dele, já podia apreciar novamente seu pinto, que delicia, então cheguei bem pertinho, ele dormia, me inclinei e não resisti, levei minha mão sobe sua perna levemente, a levando por dentro do short, e segurei aquele pinto, estava meio durinho, comecei a aperta-lo, bem gostoso, e ele foi crescendo na minha mãozinha, eu acariciava seu saco também, e quando olhei pra ele, o bicho já estava de olhos abertos e me olhava sorrindo e falou \"é sua putinha, não resistiu ao pinto do coroa aqui, né?\", só balancei a cabeça, indicando que não, e ele então abaixou seu short tirando ele com os pés, me puxou pelo cabelo, e me fez começar um boquete pra ele, e eu segurava aquele pauzão com minhas mãos, chupando ele todinho, chupava o saco, punhetava ele, já ouvia o chuveiro ligado, só não tinha em mente se já estava ligado a muito tempo, mas eu só queria chupar aquele pau gostoso, era grosso, e então ele pediu pra mim levantar, ele se sentou no sofá, eu fiquei de frente pra ele, ele levantou minha saia, e puxou minha calcinha, que caiu no chão sob meus pezinhos, tirei ela, ele então enfiou as mãos na minha bunda, me puxou pra ele, e meteu a cara na minha bucetinha lisinha, e ele me chupava feito um animal, sua barba rala raspava nas minhas coxas, eu delirava com aquele coroa, coloquei um pezinho em cima do sofá pra mim ficar mais abertinha pra ele, e o safado me chupava, depois levou dois dedos na minha buceta, e socou, metendo gostoso, cheguei a gozar com seus dedos, meu liquido escorrria por minha perna, e então o velho segurando o pau dele, pediu pra mim sentar, obedeci, e então sentei no seu colo de frente pra ele, ele ajeitou seu pau na minha buceta e fui sentando, gostoso, e logo cavalgando, e pulando gostoso no pau daquele coroa, e metia, ele puxou meu TOP pra baixo e passou a chupar meus peitos, que boquinha ele tinha, babava nos meus peitos te tanta vontade que tinha ao chupá-los, e então quando o safado ei gozar, me jogou de uma fez pra cima do sofá, caí deitada nela, ele veio por cima, batendo uma, e gozou no meu rostinho, peitinho....espalhei sua porra no meu corpinho....sorrindo pra ele, ouvi o chuveiro sendo desligado, me levantei, segurei no pau dele, e falei, \"adorei seu velho tarado\", e fui pro quarto da minha amiga, em passos leves, eu olhava pra trás e o coroa sentou no sofá, me olhava sorrindo, depois quando estava já saindo com minha amiga, passávamos pela sala, e seu pai dormia, mas logo reparei no volume do seu short, e minha amiga reparou que eu olhava, ela pediu desculpa e eu falei, \"não liga amiga, eu até gosto de olhar, rs\", ríamos muito, e então saímos juntas pra toamr um sorvete.

5 comentários:

Anônimo disse...

vagabunda adorei sua puta!!!!!!!!
celio___@hotmail.com

Anônimo disse...

Nossa!! Amei q tesão!

Anônimo disse...

Adorei seu conto ja fiz isso tambem e muito bom

adriano alves rodeigues disse...

Que tsao esse conto hum queria eu come tua bct

Anônimo disse...

Adoroooooo ....
Sou beem putinha , amooo sexo com os coroas ......